inova.jor

inova.jor

Acer estuda lançar smartphone no Brasil

Jason Chen, presidente mundial da Acer, visita o Brasil
Jason Chen, presidente mundial da Acer, visita o Brasil

A Acer apresentou hoje, em São Paulo, cerca de 30 produtos novos, como notebooks conversíveis e computadores portáteis voltados para gamers. O lançamento de hoje também marcou a entrada da empresa em mais um mercado no País, de projetores.

Em visita ao Brasil, Jason Chen, presidente mundial da empresa, falou bastante sobre mobilidade. Ao ser perguntado se planejava trazer smartphones ao mercado brasileiro, Chen respondeu: “Estou aqui por um motivo”.

A equipe que veio com o executivo ao País inclui o responsável por telefones móveis. Chen afirmou que planeja anunciar “em breve” novidades sobre smartphones.

A empresa tem falado com operadoras e com fabricantes terceirizados. Chen disse que, apesar da situação econômica brasileira,  a Acer tem um “compromisso de longo prazo” com o País.

Redução

Segundo a consultoria IDC, o mercado brasileiro de PCs está em “queda livre“, tendo registrado perda de 38% nas vendas no segundo trimestre deste ano, somando 1,637 milhão de unidades.

A entrada da Acer em novos mercados pode ser vista como uma tentativa de compensar essa queda.

Comentários

comentários

Publicações relacionadas

Depois dos 12 anos, o interesse dos jovens pelos tablets diminui consideravelmente / Steve Paine/Creative Commons

Como o tablet acabou virando coisa de criança

O lançamento do iPad, em 2010, foi acompanhado com um misto de desconfiança e euforia. Enquanto alguns se perguntavam para que as pessoas usariam um tablet, outros achavam que ele tinha potencial para resolver problemas de vários setores da economia (inclusive do jornalismo). A realidade acabou ficando entre esses dois[…]

Leia mais »
Parte do sistema foi desenvolvido no Thomas J. Watson Research Center / Daniel Langer

Como evitar preconceito e injustiça na inteligência artificial

Parte do sistema foi desenvolvida no Thomas J. Watson Research Center / Daniel Langer A inteligência artificial pode reproduzir, inadvertidamente, preconceitos humanos. Por exemplo, um sistema desenhado para apontar qual é o melhor perfil de dirigente de grande empresa, com base nas 500 maiores da Fortune, corre o risco de[…]

Leia mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bitnami