inova.jor

inova.jor

CES 2016: Netflix lança serviço no mundo todo, menos na China

Reed Hastings anuncia Netflix no mundo todo, menos na China
Reed Hastings anuncia Netflix em mais 130 países

Reed Hastings, presidente e fundador da Netflix, anunciou hoje, durante a CES, em Las Vegas, o lançamento do serviço em mais 130 países.

“Estamos quase no mundo todo, menos na China”, disse o executivo. “Chega de esperar, chega de ver coisas num horário que não é o seu, chega de frustração.”

A apresentação contou com a presença de astros de atrações exclusivas da Netflix, como o brasileiro Wagner Moura, que interpreta o traficante Pablo Escobar em Narcos; Krysten Ritter, de Jessica Jones;  e Will Arnett, de Arrested Development.

Wagner Moura participou da apresentação da Netflix na CES 2016
Wagner Moura participou da apresentação da Netflix na CES 2016

Novas séries

Ted Sarandos, diretor de Conteúdo da Netflix, apresentou cenas de séries que vai estrear este ano, como The Crown, sobre a família real britânica, e The Get Down, sobre o surgimento da cena hip hop, disco e punk na Nova York da década de 1970, criada por Baz Luhrmann. “Estamos numa posição única para levar histórias do mundo para pessoas do mundo”, afirmou.

Hoje mais cedo, escrevi sobre a mudança de comportamento do espectador após os serviços de vídeo sob demanda.

  • O jornalista viajou a convite da Samsung

Comentários

comentários

Publicações relacionadas

Banda larga: Pequenos provedores de internet já consomem mais da metade da fibra óptica vendida no Brasil / Divulgação

Por que precisamos de um plano de banda larga

O crescimento da banda larga fixa no Brasil vem desacelerando. Apesar da importância do celular para o acesso à internet, uma boa conexão fixa é essencial para serviços como streaming de vídeo. Nos 12 meses encerrados em março, a banda larga fixa acumulou crescimento de 5,1%. Em 2015, o avanço[…]

Leia mais »
O trabalho da Embrapa foi responsável por tornar o Brasil um grande produtor de soja / Fernando Dias/Seapa

Por que a Embrapa precisa se reinventar, segundo a Economist

A Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) é uma joia da inovação no Brasil, mas enfrenta tempos difíceis e precisa se reinventar, segundo a Economist. Antes da criação da Embrapa, em 1973, o cerrado brasileiro era considerado impróprio para a agricultura. Foi graças ao trabalho da estatal que o país[…]

Leia mais »

2 comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bitnami