inova.jor

inova.jor

O cliente sempre está certo? Elon Musk, da Tesla, acha que não

Linha de montagem da Tesla / Steve Jurvetson/Creative Commons
Linha de montagem da Tesla / Steve Jurvetson/Creative Commons

Se o cliente for “supergrosseiro”, Elon Musk, presidente da Tesla Motors, se reserva o direito de não vender carros para ele. Foi o que aconteceu com Stewart Alsop, ex-jornalista e atual investidor de risco, que criticou um evento de lançamento da Tesla no Medium.

Em setembro do ano passado, Alsop reclamou que o evento de apresentação do Modelo X começou com quase duas horas de atraso e que, apesar de ser horário de jantar, não foi servida comida de verdade.

“Você deveria ter se desculpado imediatamente, mas não o fez”, acusou Alsop, que, assim como os outros convidados, havia feito um depósito antecipado de US$ 5 mil para garantir seu Modelo X. O investidor também acusou Musk de fazer uma “apresentação amadora de slides” sobre como o carro é seguro, no lugar de mostrar o carro de verdade.

Apesar disso, Alsop elogiou o produto:

Eu nunca vi o Modelo X. Ainda quero um. Suas portas abrem desse jeito! É um computador, fantasiado de carro lindo, exatamente como eu quero. Provavelmente não importa se você ferrou com o evento completamente. Ainda seria legal se você demonstrasse alguma classe e se desculpasse com as pessoas que acreditam no seu produto.

Mas, no lugar de pedir desculpas, Elon Musk cancelou a encomenda de Alsop, depois de conversar com ele pelo telefone. E ainda escreveu no Twitter:

(“Deve ser um dia de poucas notícias se negar serviço a um cliente supergrosseiro recebe tanta atenção.”)

Habilidades sociais

Apesar de ser considerado o grande visionário do mercado atual de tecnologia, Elon Musk está longe de ser um exemplo no trato social.

Em sua biografia, o jornalista Ashlee Vance conta que Musk mandou um email mal-educado para um funcionário que deixou de participar de evento da empresa para estar presente ao nascimento de um filho:

Não é desculpa. Estou extremamente desapontado. Você precisa decidir quais são as suas prioridades. Estamos mudando o mundo e a história, e você está comprometido ou não.

Na época em que o livro foi publicado, Musk negou que tenha mandado a mensagem, também via Twitter:

(“É totalmente mentiroso e ofensivo dizer que eu mandei um cara deixar de ir ao nascimento do filho para comparecer a uma reunião da empresa. Eu nunca faria isso.”)

Elon Musk é pai de cinco filhos.

Comentários

comentários

Publicações relacionadas

O trabalho da Embrapa foi responsável por tornar o Brasil um grande produtor de soja / Fernando Dias/Seapa

Por que a Embrapa precisa se reinventar, segundo a Economist

A Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) é uma joia da inovação no Brasil, mas enfrenta tempos difíceis e precisa se reinventar, segundo a Economist. Antes da criação da Embrapa, em 1973, o cerrado brasileiro era considerado impróprio para a agricultura. Foi graças ao trabalho da estatal que o país[…]

Leia mais »
O jornalista Renato Cruz comenta a transição da Microsoft para o modelo de computação em nuvem

Como está a transição da Microsoft para a nuvem

O jornalista Renato Cruz comenta a transição da Microsoft para o modelo de computação em nuvem. Ontem (20/7), a empresa divulgou seus resultados do quarto trimestre fiscal. A receita da divisão Intelligent Cloud alcançou US$ 7,4 bilhões, um crescimento de 11% sobre o mesmo período de 2016. Assine o canal do[…]

Leia mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bitnami