inova.jor

inova.jor

Por que o empreendedor precisa tomar cuidado com as contas

Bruno Morgado/Sebrae-SP/Divulgação
Bruno Morgado/Sebrae-SP/Divulgação

No começo do ano passado, a americana Intuit comprou a startup brasileira ZeroPaper, que desenvolveu um sistema para pequenas empresas controlarem suas contas.

André Macedo, cofundador da ZeroPaper, está hoje à frente da operação brasileira da Intuit, que manteve o software da startup no mercado e lançou no Brasil, nesta semana, o Quick Book Advanced, solução internacional voltada para empresas maiores.

“A principal causa da mortalidade das empresas é falta de planejamento financeiro”, afirma Macedo, diretor geral da Intuit no Brasil. “Queremos ajudar quem está começando a fazer um bom planejamento antes mesmo de abrir a empresa.”

Na maioria das vezes, o empreendedor não é especialista em finanças. Existe um grande risco de ele manter o foco na atividade principal da empresa e se descuidar das contas, principalmente no começo, por falta de tempo.

Mesmo numa empresa de sucesso, o crescimento rápido pode levar a um descasamento entre receitas e despesas e ao desperdício de recursos, o que pode comprometer o futuro da empresa.

A aposta da Intuit, ao ter comprado a ZeroPaper no ano passado, foi gerar negócios ao oferecer soluções para esse tipo de problema.

A partir de amanhã (20), a Intuit participa da 5ª Feira do Empreendedor do Sebrae, em São Paulo.

Empreendedorismo de necessidade

Em ano de crise e com a alta taxa de desemprego no país, a expectativa é crescer o número de empreendedores por necessidade. Para que as novas empresas não fechem antes do fim da crise é importante que os novos empresários aprendam a administrar o seus recursos e a inovar.

O Sebrae estima que 120 mil pessoas interessadas em algum conhecimento sobre empreendedorismo passarão pela 5ª Feira do Empreendedor, que tem início no próximo sábado (20). O número é 20% maior em relação ao público que participou da feira o no ano passado.

O evento anual pretende promover contatos e oferecer serviços para quem está começando no ramo ou quem está com dificuldades de manter a empresa com as portas abertas. Cursos, palestras, dicas, cursos de capacitação e a movimentação de R$ 8 milhões em negócios entre visitantes e empresas expositoras são esperados pela organização do evento.

Ao todo serão 400 expositores divididos em áreas com temáticas que variam de restaurantes a startups. O evento acontecerá até o dia 23 e as inscrições podem ser feitas no site do Sebrae.

Comentários

comentários

Publicações relacionadas

São Paulo é a 19ª cidade para mulheres empreendedoras

São Paulo é considerada a 19.ª cidade com melhores condições para mulheres empreendedoras do mundo. Em contrapartida, está entre as cidades em que elas encontram a maior dificuldade de conseguir capital para suas empresas. A conclusão faz parte do estudo sobre empreendedorismo feminino realizado pela Dell e divulgado nesta semana. O índice Dell[…]

Leia mais »
A Locaweb registrou um aumento na demanda por serviços de hospedagem de sites / Renato Cruz/inova.jor

Empreendedores enfrentam a crise via internet

A crise tem incentivado o empreendedorismo digital no Brasil. O País tem hoje, segundo o Registro.br, 3,8 milhões de domínios registrados. Há um ano, eram 3,6 milhões. Raquel Dalastti, gerente de Marketing de Produtos  IaaS e PaaS da Locaweb, afirma que a empresa têm registrado crescimento forte nos serviços de hospedagem de[…]

Leia mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bitnami