inova.jor

inova.jor

Como a tecnologia ajuda o mercado imobiliário a enfrentar a crise

Mercado Imobiliário: André Penha e Gabriel Braga são fundadores da Quinto Andar / Divulgação
André Penha e Gabriel Braga são fundadores da Quinto Andar / Divulgação

O momento atual do mercado imobiliário não é dos melhores. Em fevereiro, foram lançadas somente 171 unidades residenciais na cidade de São Paulo. O número representa uma queda de 80,4% sobre o mesmo mês de 2015.

Apesar da crise, várias startups buscam tornar esse mercado mais ágil, ao facilitar o contato entre locadores e locatários e entre vendedores e compradores.

QuintoAndar é uma imobiliária que trabalha com locação de imóveis residenciais em São Paulo e Campinas. Criado em 2012, existe somente online.

“A crise tem sido até positiva para nós”, afirma Gabriel Braga, presidente e cofundador do QuintoAndar. “Muito proprietário que comprou o imóvel na planta, para vender, agora resolveu alugar.”

As fotos dos imóveis oferecidos pelo QuintoAndar são tiradas por profissionais. O agendamento das visitas é feito via site ou aplicativo. Além disso, a empresa oferece seguro-fiança sem custo para locador ou locatário.

“Queremos tornar o processo cada vez mais simples”, explica Braga. “Agendar visitas era um problema, e então desenvolvemos o sistema de agendamento online em 2014.”

Com 60 funcionários, a empresa tem cerca de 1,6 mil imóveis em seu sistema, a maioria em São Paulo. Em fevereiro, o  QuintoAndar recebeu um investimento de US$ 7 milhões, liderado pela Kaszek Ventures.

Braga conheceu seu sócio, André Penha, quando cursavam MBA na Universidade de Stanford, no Vale do Silício. Antes de fundar o QuintoAndar, o executivo trabalhou no Airbnb, nos Estados Unidos.

Geolocalização

Moving é uma empresa de classificados que aposta nas ferramentas de geolocalização para melhorar a experiência de quem procura imóveis.

Ado Fosenca, fundador da empresa, participou no mês passado do Summit Imobiliário, num painel sobre tecnologia e mercado imobiliário, em que fui mediador.

A partir do aplicativo do Moving, o usuário pode conhecer o bairro no qual tem interesse, e consultar, além dos imóveis disponíveis, a localização de estabelecimentos como escolas, restaurantes e farmácias.

Criado em 2012, o Moving foi adquirido pelo Grupo Estado no ano passado.

 

Comentários

comentários

Publicações relacionadas

Fintechs: A Magnetis oferece planejamento de investimentos / Divulgação

Como as fintechs tornam o investimento mais acessível

Antes de criar a Magnetis, Luciano Tavares atuou por quase duas décadas como gestor de investimentos. Ao fundar a startup, sua ideia foi oferecer, a um público amplo, o planejamento financeiro que normalmente era restrito a quem tem muito dinheiro. A Magnetis é uma das fintechs (empresas de tecnologia que oferecem serviços financeiros)[…]

Leia mais »

Fintech criada pela Caixa quer mudar o mercado de seguros

Mais da metade das pessoas que possuem contas bancárias no mundo usa algum produto ou serviço de pelo menos uma fintech (empresas de finanças com alto apelo tecnológico). A informação faz parte da primeira edição do estudo World FinTech Report (WFRT), fruto de parceria entre LinkedIn, Capgemini e Efma. Segundo o estudo,[…]

Leia mais »

1 comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bitnami