inova.jor

inova.jor

Brasil é destaque mundial em pesquisa sobre cosméticos

A USP lidera a produção científica mundial sobre cosméticos / Juanedc/Creative Commons
A USP lidera a produção científica mundial sobre cosméticos / Juanedc/Creative Commons

A Thomson Reuters divulgou hoje (11/5) seu relatório State of Innovation 2016, e o Brasil foi destaque mundial na pesquisa científica relacionada a cosméticos.

A Universidade de São Paulo (USP) ficou em primeiro lugar e a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) em oitavo no ranking de produção científica dessa área.

“Isso talvez não seja uma grande surpresa já que o Brasil também está entre os cinco países do mundo com maior número de cirurgias plásticas estéticas realizadas anualmente”, destacou o relatório.

Nas pesquisas sobre cosméticos, a USP ficou à frente da Food and Drug Administration (FDA), agência norte-americana responsável por alimentos e remédios; da Procter & Gamble; e da Universidade Harvard.
Instituições mais produtivas na pesquisa científica sobre cosméticos

Inovação no mundo

A sétima edição do estudo anual da Thomson Reuters analisou indicadores como depósitos de patentes e publicações científicas em 12 áreas.

O volume mundial de patentes cresceu 13,7% em 2015, enquanto o de novas pesquisas científicas caiu 19%. A queda na produção científica pode representar uma ameaça ao crescimento da inovação nos próximos anos.

Os setores que apresentaram maior crescimento no registro de patentes foram:

  • Dispositivos médicos (27%);
  • Eletrodomésticos (21%); 
  • Aeroespacial e defesa (15%); 
  • Petróleo e gás (14%); e 
  • Tecnologia da informação (13%).

A área de biotecnologia foi a única que caiu na produção de patentes, com retração de 2% sobre 2014.

Comentários

comentários

Publicações relacionadas

Yves Guillaumot, CEO da Atos para a América do Sul, fala sobre as estratégias de transformação digital para empresas / Mariana Lima / inova.jor

Após aquisição da Unify, Atos foca em transformação digital

A partir deste ano, a Atos vai focar suas ações em quatro pilares de transformação digital: orquestração de nuvem híbrida, SAP Hana, ambiente de trabalho digital (digital workplace) e internet das coisas. “A estratégia de enfoque na transformação digital das empresa ocorrerá em âmbito global e seguirá, com ritmo diferenciado, na América[…]

Leia mais »
O setor de tecnologia da informação só perde para o financeiro na ocupação de escritórios em São Paulo / Renato Cruz/inova.jor

Setor de tecnologia é o segundo na ocupação de escritórios

As empresas de tecnologia da informação estão em segundo lugar na ocupação de escritórios em São Paulo, segundo pesquisa da SiiLA Brasil. No fim do segundo trimestre, eram 309,8 mil metros quadrados ocupados, o que corresponde a 7% dos espaços monitorados pela plataforma de dados do mercado de imóveis comerciais[…]

Leia mais »

2 comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bitnami