inova.jor

inova.jor

Como fazer um aplicativo de sucesso

Aplicativo: Omar Pavel (de pé) criou mais de 40 aplicativos / Renato Cruz/inova.jor
Omar Pavel (de pé) criou mais de 40 aplicativos / Renato Cruz/inova.jor

O programador Omar Pavel, presidente da Interactive Media Dream (IMD), é especialista em aplicativos. Desde 2009, desenvolveu mais de 40 deles.

O mais recente foi criado para a fintech HugPay, que permite a emissão de cartões virtuais. A cada transação, o usuário gera um número de cartão que pode ser usado somente uma vez, o que aumenta a segurança.

Apesar de já estar aberta há sete anos, a IMD contratou seu primeiro funcionário há um ano e meio, e hoje conta com uma equipe de oito programadores e um designer, além de seu fundador.

Em entrevista ao inova.jor, Pavel deu três dicas para quem quer criar um aplicativo de sucesso:

1. Consiga um orçamento suficiente

O que faz diferença é o trabalho que vem depois. Se o desenvolvimento custa R$ 100 mil, é preciso ter R$ 300 mil, para que o aplicativo seja divulgado. Não adianta criar um aplicativo que ninguém sabe que existe.

2. Mantenha o aplicativo atualizado

Quando a empresa muda o sistema que roda por trás do aplicativo, ele pode deixar de funcionar. É importante mantê-lo atualizado, incluindo novas funcionalidades e adaptando-o às preferências dos usuários.

3. Tenha certeza de que ele é mesmo necessário

Existem ocasiões em que uma boa versão móvel do site resolve o problema. A empresa pode gastar uma vez só, desenvolvendo um bom site móvel que funciona em qualquer celular, no lugar de fazer versões do aplicativo para Android, iOS e até Windows Phone.

Omar Pavel é filho de Andreas Pavel, o criador do Walkman. Sua próxima startup é uma escola de programação, voltada principalmente para crianças.

Comentários

comentários

Publicações relacionadas

Darwin: Programas de incubação e aceleração de startups têm crescido exponencialmente / Divulgação

O que Charles Darwin tem a ensinar às empresas inovadoras

Criar soluções diferentes para necessidades globais tornou-se atividade essencial no século 21. A demanda por novidades e evoluções tecnológicas fez com que a palavra inovação fosse disseminada em mercados e setores diversos, ampliando conceitos como pesquisa e desenvolvimento (P&D) e disrupção. Para empresas, grandes ou pequenas, a inovação tem capacidade[…]

Leia mais »
Programa da Cedro Capital e da Embrapa investirá até R$ 5 milhões em cada startup selecionada / Divulgação/Codevasf

Cedro Capital e Embrapa buscam startups de agronegócio

O programa Pontes para Inovação, parceria entre Cedro Capital e Embrapa, busca startups com foco em tecnologia digitais aplicadas ao agronegócio. As inscrições podem ser feitas até 31 de outubro. Podem se candidatar empresas com atuação no Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Tocantins e Minas Gerais.[…]

Leia mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bitnami