inova.jor

inova.jor

O que você precisa saber sobre o futuro da internet

Internet: Interfaces de voz, como o Echo, da Amazon, é uma das principais tendências / Rob Albright/Creative Commons
Interfaces de voz, como o Echo, da Amazon, é uma das principais tendências / Rob Albright/Creative Commons

O Internet Trends, relatório anual elaborado por Mary Meeker, foi apresentado nesta semana durante o Code Conference, evento da Vox Media. O estudo, que apresenta as tendências do mercado de tecnologia, é um dos mais aguardados pelos executivos do Vale do Silício.

Mary lançou seu primeiro relatório Internet Trends em 1995, como analista do Morgan Stanley. Depois de ajudar a identificar oportunidades em mercados asiáticos, Mary se juntou à empresa de capital de risco Kleiner Perkins Caufield & Byers, onde esteve envolvida em negócios com empresas como SoundCloud, Twitter e Spotify.

Abaixo, alguns dos principais pontos apresentados no relatório 2016.

Expansão mais difícil da internet

Hoje, 3 bilhões das 7 bilhões de pessoas no mundo estão conectadas. De acordo com Mary, é mais difícil conseguir novos usuários em todo o mundo, uma vez que grande parte dos habitantes de países  desenvolvidos está na internet.

O crescimento de usuários na internet

Nos países em desenvolvimento, a maneira mais rápida de ter acesso são os smartphones. Como o preço dos aparelhos é muito alto em relação à renda das pessoas nesses locais, o crescimento da internet tende a ser mais demorado a partir de agora.

Preço smartphones x renda per capita / Internet Trends

O crescimento do número de usuários de smartphones também está desacelerando em todo o mundo.

Vídeo como ferramenta de vendas

As vendas pela internet nos Estados Unidos aumentaram de menos de 2% para 10% em 15 anos. Hoje, o tempo médio que um varejista demora para chegar a marca de US$ 100 milhões em vendas online é menor. A Nike demorou 14 anos para chegar a esse número, enquanto a Under Armour levou 8 anos para conseguir esse volume de vendas.

Os vídeos são as novas ferramentas de venda online:

  • No Facebook, uma mulher bateu o recorde de audiência de vídeo ao vivo da plataforma ao gargalhar com máscara do Chewbacca. Ela mencionou duas vezes a rede varejista Kohl’s durante o vídeo e, no mesmo dia, o aplicativo da loja foi para o topo da lista de downloads na Apple Store.
  • No Snapchat, os usuários interagem com a publicidade. O tempo médio que os usuários passam com filtros patrocinados, um formato publicitário da plataforma, é de 20 segundos.

O sucesso dos anunciantes no Snapchat

Grande aposta na busca por voz

A Amazon vendeu até o momento 4,4 milhões de Echo, caixa com microfone que serve de interface para a assistente virtual Alexa. A empresa, que possui mais de 54 milhões de membros no programa Prime, de acordo com a Consumer Intelligence Research Partners, ainda tem um grande potencial de venda para o seu produto.

Mary acredita que o sucesso do produto acontece porque utilizar o microfone para fazer compras é três vezes mais rápido do que navegar em aplicativos móveis. E a empresa tem um enorme potencial de combinar big data com a recomendação de novos produtos, uma tendência que deve guiar os casos de sucesso do varejo para os próximos anos.

Os varejistas físicos também podem aproveitar a busca por voz: cerca de 90% de todas as compras acontecem numa loja e as buscas por voz facilitam a procura imediata e local, como procurar um restaurante no bairro ou um prestador de serviços. Essa tendência é conhecida como micromomentos.

Publicidade móvel bloqueada

O relatório afirma que a publicidade na internet é dominada pelo Google e Facebook. Cerca de 76% da publicidade online feita nos Estados Unidos é compartilhada pelas duas empresas.

Google e Facebook dominam a publicidade digital
Google e Facebook dominam a publicidade digital / Internet Trends

A publicidade móvel cresceu 66% no último ano, mas, de acordo com Mary, os usuários estão gastando muito mais tempo em dispositivos móveis do que os anunciantes estão investindo em publicidade para alcançar o seu público nesses locais. Só neste ano, anunciantes perderam US$ 22 bilhões em oportunidades de venda para o público móvel.

Outro grande desafio enfrentado na publicidade é o crescimento de softwares bloqueadores de anúncios. Hoje, cerca de 420 milhões de usuários de dispositivos móveis utilizam bloqueadores. Isso se tornou uma barreira para a publicidade, que precisa pensar em novos formatos para atender os anunciantes.

Comentários

comentários

Publicações relacionadas

O Crowd Vale da Eletrônica fica no Inatel, em Santa Rita do Sapucaí / Divulgação

Crowd Vale da Eletrônica lança segunda chamada de startups

O Crowd Vale da Eletrônica abriu as inscrições de seu segundo processo seletivo para startups. O prazo termina em 9 de junho. Sediada em Santa Rita do Sapucaí (MG), a iniciativa é uma parceria entre Telefónica Open Future, Inatel e Ericsson. Pré-aceleração Serão selecionadas até 20 startups para um período de[…]

Leia mais »
HTC demonstra seu sistema de realidade virtual Vive / Renato Cruz/Inova.jor

MWC2016: Quatro tendências que mostram para onde vão as comunicações

BARCELONA O Mobile World Congress 2016, que aconteceu semana passada em Barcelona, mostrou quais são os planos da indústria de comunicações móveis para os próximos meses. A seguir, quatro tendências importantes apresentadas no evento: Smartphones “suficientemente bons” – os celulares inteligentes, que foram destaque de edições anteriores, não trouxeram grandes novidades[…]

Leia mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bitnami