inova.jor

inova.jor

Para que serve um bueiro inteligente

O bueiro inteligente foi desenvolvido por uma startup chamada Net Sensors / Renato Cruz/inova.jor
O bueiro inteligente foi desenvolvido por uma startup chamada Net Sensors / Renato Cruz/inova.jor

RIO

O Porto Maravilha, no Rio de Janeiro, tem 28 bueiros inteligentes. Cada bueiro é formado por um coletor de lixo sólido e um sensor volumétrico, que avisa via rede celular quando o coletor está cheio.

O bueiro inteligente melhora o ambiente, pois limita a quantidade de lixo sólido que vai para os rios; reduz o custo de manutenção, porque as equipes só o visitam quando ele está cheio; e tem um impacto positivo na vida da população, já que evita enchentes.

A solução faz parte do Programa de Inovação Urbana da Cisco, em parceria com a prefeitura do Rio. O projeto foi implementado pela PromonLogicalis e os bueiros foram desenvolvidos por uma startup chamada Net Sensors.

Segundo Carlos Chiaradia, presidente da Net Sensors, a bateria do sensor do bueiro dura um ano. “De 12 em 12 horas, ele verifica se o coletor está cheio e, em caso positivo, avisa o Centro de Comando e Controle do Porto Maravilha”, explica.

Em São Paulo, a empresa tem 110 bueiros instalados, sendo que, em cerca de 15 pontos, já foi comprovada redução de alagamentos. “Estamos em negociação com mais 11 prefeituras”, afirma Chiaradia.

A PromonLogicalis conversou com interessados pela solução em países como Espanha, Argentina, Uruguai e Colômbia. “Esse pode ser um produto de exportação”, diz Lucas Pinz, gerente sênior de tecnologia da PromonLogicalis.

Programa de aceleração

A Net Sensors foi uma das vencedoras do Desafio Cisco de Inovação Urbana. A empresa participou de um programa de aceleração que durou cinco meses, com apoio técnico do Centro de Inovação da Cisco no Rio.

Fabricante americana de equipamentos de comunicação de dados, a Cisco apresentou hoje (6/7) 15 soluções urbanas inteligentes no Porto Maravilha, muitas delas desenvolvidas em parceria com startups brasileiras.

A região foi revitalizado como preparação para a Olimpíada. “Estamos orgulhosos de trazer o Porto Maravilha para nossa lista mundial de exemplos de cidades inteligentes”, afirma Laércio Albuquerque, presidente da Cisco Brasil.

  • O jornalista viajou a convite da Cisco

Comentários

comentários

Publicações relacionadas

A Bellus 3D criou um scanner que se conecta ao celular e capta imagens 3D do rosto / Renato Cruz/inova.jor

CES 2017: Conheça 10 projetos criados por startups

LAS VEGAS O Eureka Park é o espaço que reúne startups na CES, evento de eletrônicos de consumo que terminou semana passada em Las Vegas. Neste ano, reuniu cerca de 600 empresas iniciantes de várias partes do mundo. Abaixo, destaco 10 projetos interessantes apresentados por elas. Scanner facial Sediada em[…]

Leia mais »
Mobilidade: João Carlos Oliveira, da GS1, divulgou estudo sobre automação / Renato Cruz/inova.jor

Como a mobilidade afeta o comportamento do consumidor

O crescimento dos smartphones tem mudado o comportamento do consumidor brasileiro. Hoje (30/6), a Associação Brasileira de Automação (GS1 Brasil) divulgou a terceira edição de seu estudo Consumidores e empresas: tendências e comportamento no mercado nacional. “O consumidor busca automatizar sua vida cada vez mais pelo celular”, afirma João Carlos[…]

Leia mais »

3 comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bitnami