inova.jor

inova.jor

Startup de publicidade móvel aposta em geolocalização

Startup brasileira quer conquistar espaço no mercado internacional de publicidade / Antonio Rublo/Creative Commons
Startup brasileira quer conquistar espaço no mercado internacional de publicidade / Antonio Rublo/Creative Commons

Surgida como um trabalho de estudantes de Ciência da Computação da Universidade Federal de Pernambuco, a startup In Loco Media aposta em publicidade geolocalizada em ambientes fechados.

A tecnologia usa os sensores de radiofrequência e de navegação do smartphone para mapear a localização de uma pessoa com precisão de um a três metros, muito maior do que o GPS padrão.

Atualmente, a empresa possui parceria e acesso ao banco de dados de centenas de aplicativos de celular, que vão de jogos a marcas específicas.

Perfil do usuário

Com a leitura dos sensores de wi-fi, bluetooth, acelerômetro e giroscópio, a startup consegue traçar um perfil do usuário. E, dessa forma, direciona as propagandas mais interessantes para o dono do aparelho.

O modelo é de remuneração aos aplicativos por cliques em banners de publicidade.

“Como o anúncio é muito mais relevante para o usuário, aumentam as chances de interação com o anúncio e, consequentemente, cresce a receita gerada por cliques de propaganda no aplicativo”, explica André Ferraz, presidente da In Loco Media.

Segundo Ferraz, a tecnologia permite às marcas identificar melhor potenciais clientes.

“Saber que certa pessoa visitou uma concessionária é muito interessante para quem revende carros, por exemplo. Esse usuário tem propensão muito maior de estar procurando um veículo para comprar”, diz Ferraz.

Para atender legislações nacionais e internacionais de privacidade, a empresa garante que não recolhe dados pessoais dos usuários.

“Não coletamos nenhuma informação pessoal, como nome, idade exata, número de telefone ou endereço de e-mail. Dessa forma, mesmo que a nossa base fosse exposta, não ofereceria nenhum risco à privacidade dos usuários”, completa Ferraz.

O empreendedor não quis divulgar informações de faturamento. A In Loco Media informa ter 50 milhões de usuários ativos e 500 aplicativos parceiros.

Internacionalização

A empresa brasileira tem planos de internacionalização. Atualmente, já funciona na Cidade do México e em Buenos Aires.

Nova York, São Francisco e Berlim devem ser as próximas cidades a receberem o serviço da In Loco Media. Atualmente, a startup negocia parceria com aplicativos que fornecerão a base de usuários.

Comentários

comentários

Publicações relacionadas

Operadoras brasileiras passam por processo de transformação digital / Senado Federal/Creative Commons

‘Maioria das operadoras brasileiras ainda opera como commodity’

Com a nova Lei Geral de Telecomunicações travada no Congresso após embate na Justiça, os investimentos no setor para neste ano não devem ser muito diferentes do que em 2016. A crise econômica e a instabilidade na aprovação da lei têm segurado investimentos das operadoras, que continuam sendo constantemente pressionadas[…]

Leia mais »
Desafio para startups da J&J quer atender necessidade dos idosos / SESC SP/Creative Commons

Johnson & Johnson busca parceria com startups brasileiras para atender idosos

A Johnson & Johnson busca startups latino-americanas que tenham soluções de saúde voltadas para idosos. O programa Innovation Challenge on Aging Consumers aconteceu no Brasil por meio de parceria com a 100 Open Startups. Está prevista para abril a divulgação do nome da startup vencedora do desafio. Ela vai desenvolver um projeto com técnicos[…]

Leia mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bitnami