inova.jor

inova.jor

Bancos de investimento podem cortar custos com blockchain

A tecnologia blockchain serve de base para a moeda criptográfica bitcoin / Stig Morten Waage/Creative Commons
A tecnologia blockchain serve de base para a moeda criptográfica bitcoin / Stig Morten Waage/Creative Commons

O blockchain, tecnologia que suporta a moeda virtual bitcoin, pode reduzir os gastos com infraestrutura dos bancos de investimentos em até 30%, segundo as consultorias Accenture e McLagan.

O relatório Banking on blockchain: a value analysis for investment banks baseia-se nos modelos operacionais e dados de custos reais de oito dos dez maiores bancos de investimento do mundo.

A previsão é que, ao adotar a tecnologia, esses bancos reduzam seus custos anuais em US$ 8 bilhões, de um total de US$ 30 bilhões, segundo o relatório.

O blockchain é um sistema distribuído de registros de transações, que dispensa câmaras de compensação e garante a identidade das partes.

No caso dos bancos, a tecnologia melhoraria a gestão das informações dos clientes, traria maior transparência às operações, combateria erros e fraudes e reduziria custos com auditoria e reconciliação.

 

Comentários

comentários

Publicações relacionadas

Daniel Gonzales, Renato Cruz, Fernando Freitas e Marcelo Zuffo conversam no Start Eldorado / Divulgação

Start Eldorado: Qual é o impacto da inteligência artificial

A inteligência artificial transforma as empresas. Na quarta-feira (18/3), conversei sobre o tema com Fernando Freitas, superintendente de inovação do Bradesco, e Marcelo Zuffo, professor da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (USP), no Start Eldorado. Você pode ouvir o programa abaixo: Quando ouvir O programa vai ao ar todas[…]

Leia mais »
O carro elétrico ainda responde por 0,2% das vendas no Brasil / Divulgação

O que falta para o carro elétrico deslanchar no Brasil

A demanda por carros elétricos no Brasil ainda é bastante modesta. No primeiro semestre, foram vendidas 1.944 unidades, segundo a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea). O volume representou somente 0,2% do total de 1,1 milhão de automóveis e comerciais leves comercializados no país de janeiro a junho.[…]

Leia mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bitnami