inova.jor

inova.jor

Japão quer tornar privada automática mais fácil de usar

Japão decide padronizar controles de privada automática / Achim Hepp/Creative Commons
Japão decide padronizar controles de privada automática / Achim Hepp/Creative Commons

Associação da Indústria de Equipamentos Sanitários do Japão decidiu padronizar os ícones de instrução do vaso sanitário automático.

O modelo possui um painel de controle com funções como pulverizar água, secar, dar descarga e abrir e fechar a tampa.

Os ícones para “abrir e fechar tampa”, “abrir e fechar assento”, “descarga longa”, “descarga curta”, “limpar”, “lavar”, “secar” e “parar” / Japan Restroom Industry Association

O objetivo é facilitar a vida dos turistas que vão visitar o país. Cerca de 24 milhões de turistas visitaram o Japão em 2016 e o ​​governo prevê receber 40 milhões de pessoas em 2020 durante a Olimpíada.

Cada fabricante tem usado seu próprio conjunto de ícones, com instruções em japonês, o que dificulta o entendimento dos visitantes.

A associação também espera que, com essa medida, seja mais fácil promover as vendas da privada japonesa no exterior.

Toshiba, Panasonic e mais sete empresas que fazem parte da associação vão adotar ícones unificados para os produtos lançados a partir deste ano.

Comentários

comentários

Publicações relacionadas

O filme 'Primer', dirigido por Shane Carruth, não é citado no livro de James Gleick / Reprodução

Com ‘A máquina do tempo’, H.G. Wells inventou o futuro

Antes de H.G. Wells publicar A máquina do tempo, em 1895, personagens de ficção já haviam visitado o futuro ou o passado, mas por acaso ou por obra dos deuses. Em Time travel: a history (Pantheon, 2016), James Gleick escreve que a ideia de se construir um dispositivo para viajar no tempo[…]

Leia mais »
Serviços como Netflix tem reduzido a demanda por TV paga / Divulgação/Netflix

Como o vídeo por streaming afeta a TV paga

No ano passado, o Brasil perdeu assinantes de TV paga pela primeira vez. Foram cerca de 500 mil pessoas que desligaram seus serviços de cabo ou satélite. Parte disso foi resultado da crise. Outra parte foi uma tendência que já acontece há algum tempo fora do Brasil, chamada “cord cutting”.[…]

Leia mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bitnami