inova.jor

inova.jor

Para onde vai o mercado de aplicativos

Christopher Klotzbach, diretor da Flurry, fala sobre o mercado de aplicativos
Christopher Klotzbach, diretor da Flurry, fala sobre o mercado de aplicativos / Mariana Lima/inova.jor

Para Christopher Klotzbach, diretor da Flurry Analytics, a experiência dos usuários de aplicativos entra numa nova fase, que ele chama de Mobile 2.0.

O executivo tem uma visão privilegiada desse mercado. Pertencente ao Yahoo, a Flurry opera uma plataforma usada por desenvolvedores para entender e acompanhar o perfil dos usuários de seus aplicativos.

Klotzbach faz análises de mercado a partir informações geradas por mais de 940 mil aplicativos. Entre seus parceiros mais famosos estão o Snapchat e o Vine.

A nova fase da mobilidade é marcada por uma indústria madura, ampla base de consumidores e maior predisposição para oferecer serviços em diferentes tipos de dispositivos.

“Em 2016, tivemos um momento histórico que foi a estabilização e maturação do mercado móvel”, diz o especialista, acrescentando que o cenário atual é mais propício para a criação de aplicações disruptivas.

Inteligência artificial

Um exemplo são as assistentes de voz que utilizam inteligência artificial. Grandes empresas já oferecem a tecnologia em seus dispositivos, como a Siri, da Apple, e a Alexa, da Amazon.

Atualmente, as assistentes virtuais ajudam os consumidores a executarem tarefas como mandar mensagens por aplicativos ou controlar as lâmpadas da casa.

Além disso, os aplicativos devem se tornar cada vez mais presentes em outros dispositivos conectados.

“Com a internet das coisas, o desenvolvedor terá uma maior variedade de dispositivos do que tem hoje. As possibilidades de novas experiências para o usuário são inúmeras”, completa Klotzbach.

Outra área promissora são a realidade virtual e a realidade aumentada. Segundo a Flurry, só no ano passado foram investidos US$ 2 bilhões em aplicativos que usam essas tecnologias.

Comentários

comentários

Publicações relacionadas

José Antonio Gimenes e Eduarda Leoni foram entrevistados por Renato Cruz e Daniel Gonzales / inova.jor

Start Eldorado: Como a luz inteligente muda a vida das cidades

O sistema de iluminação pode ser a espinha dorsal da cidade inteligente. Na quarta-feira (14/3), o jornalista Renato Cruz, editor do inova.jor, conversou com Eduarda Leoni e José Antonio Gimenes, da Urbe Luz, no Start Eldorado. Escute o programa abaixo: Quando ouvir O programa vai ao ar todas as quartas-feiras,[…]

Leia mais »
Desafio RTM procura soluções para o mercado financeiro / Ben Piven/Creative Commons

RTM busca startups com soluções para o mercado financeiro

A Rede de Telecomunicações para o Mercado (RTM), em parceria com a Fintechlab, procura startups com soluções para o mercado financeiro. Além de fintechs, o programa Desafio RTM é destinado a empresas iniciantes que atuem em telecomunicações, tecnologia da informação e conectividade. Elas precisam estar em fase de teste comercial, operacional, crescimento ou[…]

Leia mais »

1 comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bitnami