inova.jor

inova.jor

Olimpíada de Tóquio terá medalhas feitas de celulares reciclados

Japão espera reunir oito toneladas de celulares descartados para confeccionar as medalhas / Jonathan Lin/Creative Commons
Japão espera reunir oito toneladas de celulares descartados para confeccionar as medalhas / Jonathan Lin/Creative Commons

Os vencedores da Olimpíada de Tóquio em 2020 vão receber medalhas feitas de metais recuperados de smartphones descartados.

A ideia é atrair a atenção para a forma como a população japonesa lida com resíduos eletrônicos e explicar como é possível evitar o desperdício.

O comitê organizador do evento anunciou nesta semana uma campanha para incentivar as pessoas a reciclar seus smartphones antigos para a confecção de medalhas.

A ideia é usar as pequenas quantidades de metais preciosos que existem nos dispositivos.

O objetivo é reunir oito toneladas de metal de celulares descartados para 5 mil medalhas que serão entregue durante os jogos.

Para atingir o resultado esperado, a organização vai instalar pontos de descarte em mais de 2,4 mil lojas da operadora NTT DoCoMo, parceira do projeto.

Comentários

comentários

Publicações relacionadas

Aluno do PECE-Poli pode optar por se aprofundar em Indústria 4.0 / inova.jor

PECE-Poli ensina a aplicar tecnologias inovativas aos negócios

Existem grandes oportunidades para empreender em áreas como aprendizado de máquina, internet das coisas (IoT), Indústria 4.0 e entretenimento digital. O Programa de Educação Continuada da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (PECE-Poli) está com inscrições abertas para o curso Novos Negócios com Tecnologias Inovativas. Por ser um curso[…]

Leia mais »
A estreia na Copa envergonhou o brasileiro, mas não o desmotivou de continuar torcendo / Lucas Figueiredo/CBF

O que o brasileiro sentiu na estreia da seleção na Copa

Apesar de os sentimentos positivos serem predominantes entre os torcedores brasileiros, a estreia da seleção na Copa da Rússia causou vergonha. Pelo menos foi isso que a torcida expressou no Twitter. A AP/Exata analisou 440.716 tuítes entre os dias 14 e 17 deste mês, para identificar as emoções do Brasil[…]

Leia mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bitnami