inova.jor

inova.jor

O que falta para desligar a TV analógica em São Paulo

Dia 29 de março o sinal de TV analógica deve ser desligado em São Paulo / Ana Nascimento/MDS
Dia 29 de março o sinal de TV analógica deve ser desligado em São Paulo / Ana Nascimento/MDS

São Paulo foi a primeira cidade brasileira a receber o sinal de TV digital, em dezembro de 2007.

Deve ser a segunda grande cidade a ter a TV analógica desligada, em 29 de março. Em novembro do ano passado, houve o desligamento em Brasília.

A TV analógica precisa ser desligada porque suas frequências serão usadas para ampliar a quarta geração da telefonia celular (4G).

Um estudo do Ibope mostrou que 86% dos lares da região metropolitana de São Paulo jã estão preparados para receber a TV digital. Ou seja, se o desligamento acontecesse hoje, 14% das residências passariam a ver tela preta.

As regras para o apagão digital define que 93% dos domicílios precisam receber o sinal digital. Essa marca deve ser alcançada com a na distribuição de kits com conversor e antena para famílias inscritas no Cadastro Único do governo.

No próximo dia 20, o Grupo de Implantação do Processo de Redistribuição e Digitalização de Canais de TV e RTV (Gired) vai se reunir para reavaliar o prazo final do sinal analógico para a cidade de São Paulo e mais 38 municípios do entorno.

Comentários

comentários

Publicações relacionadas

Celulares começam a ser capazes de traduzir e de reconhecer imagens, mesmo desconectados / Jorge Gonzalez/Creative Commons

Inteligência artificial chega às bordas das redes

Atualmente, serviços baseados em inteligência artificial rodam em grandes centros de dados, acessados por nossos celulares e computadores. Mas esse cenário começa a mudar. Segundo previsão da consultoria Deloitte, neste ano, um em cada cinco smartphones vendidos no mundo terá capacidade local de aprendizado de máquina. Ou seja, são mais de[…]

Leia mais »
O Google tem investimento direto em 11 cabos submarinos, inclusive no Brasil / Divulgação

Google amplia investimento em cabos submarinos

O Google tornou-se uma operadora de telecomunicações? Por muito tempo, as empresas tradicionais desse mercado têm se queixado das chamadas OTTs, sigla de over the top, companhias que prestam serviços via internet. As teles costumam reclamar do crescimento explosivo de tráfego de dados, que, segundo elas, não remunera o investimento[…]

Leia mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bitnami