inova.jor

inova.jor

BNDES lança aplicativo para facilitar crédito à pequena empresa

Aplicativo do BNDES tem como objetivo facilitar o acesso a empréstimos por MPMEs / Danny Navarro/Creative Commons
Aplicativo do BNDES tem como objetivo facilitar o acesso a empréstimos por MPMEs / Danny Navarro/Creative Commons

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) lança durante a Feira do Empreendedor 2017, realizada de 18 a 21 deste mês em São Paulo, um aplicativo voltado para micro, pequenas e médias empresas (MPMEs).

Denominado MPME, tem por objetivo permitir que o acompanhamento de solicitações e operações de crédito.

Será possível saber se o pedido de financiamento foi recebido ou aprovado pelo banco, em que etapa está a liberação de recursos e pesquisar fornecedores e produtos credenciados pelo banco estatal.

O BNDES oferece empréstimos com taxas de juros menores e prazos maiores de pagamento.

Micro e pequena empresa

Em dezembro, o Banco anunciou que a aposta em iniciativas, como o aplicativo, para apoiar a retomada do crescimento econômico e a manutenção e geração de emprego e renda.

É esperado um aumento de 20% nos desembolsos para MPMEs , o que representou um acréscimo de R$ 5,4 bilhões.

No ano passado, o BNDES liberou R$ 27,2 bilhões para o segmento.

Comentários

comentários

Publicações relacionadas

Reed Hastings, presidente do Netflix, anuncia 'Samantha!', sua segunda série brasileira / Renato Cruz/inova.jor

Quais são os planos da Netflix para o Brasil

O Brasil é um mercado importante para a Netflix. “Não divulgamos números regionais, mas costumo falar para os acionistas que o mercado brasileiro é um foguete”, disse hoje (7/2) Reed Hastings, presidente e cofundador do serviço de vídeo sob demanda, durante apresentação no Hotel Unique, em São Paulo. “Quando vocês[…]

Leia mais »
Serviço de atendimento ao cliente e televendas devem apresentar retração / Media Club/Creative Commons

Mercado brasileiro de contact center deve crescer 7,5%

O mercado brasileiro de contact center, considerando operações próprias e terceirizadas, deverá crescer 7,5% neste ano, com faturamento de R$ 51,26 bilhões, segundo a E-Consulting. Em 2018, a receita do setor chegou a R$ 47,69 bilhões. O crescimento deve ser puxado pelas áreas de autoatendimento e autosserviço, que usam tecnologias[…]

Leia mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bitnami