inova.jor

inova.jor

Florianópolis ganha dois postos para abastecer veículos elétricos

 

Projeto da Celesc com a Fundação Certi instalou dois eletropostos em Florianópolis / Bruno Berretta/Divulgação
Projeto da Celesc com a Fundação Certi instalou dois eletropostos em Florianópolis / Bruno Berretta/Divulgação

Florianópolis ganhou neste mês dois postos para abastecer veículos elétricos. Um dos eletropostos foi instalado no campus da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e outro no bairro Itacorubi.

Santa Catarina conta ainda com um eletroposto em Araquari, no norte do Estado.

Os postos fazem parte de um programa de pesquisa e desenvolvimento da Celesc, em parceria com a Fundação Centros de Referência em Tecnologias Inovadoras (Certi).

Ainda neste semestre, será instalada uma estação de carregamento de veículos elétricos em Balneário Camboriú, viabilizando o primeiro corredor elétrico da Região Sul.

Localizado no estacionamento da Fundação Certi, o eletroposto da UFSC oferece carregamento semirrápido, com um processo que pode levar de três a oito horas.

As outras estações fornecem carregamento rápido, de 20 minutos.

Comentários

comentários

Publicações relacionadas

O governo de São Paulo vai começar a cobrar ICMS sobre software em abril / Renato Cruz/inova.jor

Empresas de software questionam cobrança de ICMS na Justiça

Associações de tecnologia resolveram apoiar duas ações diretas de inconstitucionalidade (Adins) da Confederação Nacional de Serviços (CNS) junto ao Supremo Tribunal Federal (STF). As entidades são a Associação Brasileira das Empresas de Software (Abes), Associação Brasileira da Distribuição de Produtos e Serviços de Tecnologia da Informação (Abradisti), Associação Catarinense de[…]

Leia mais »
Vista aérea de Brasília: pouca compra de produtos tecnológicos pelo governo está entre os fatores da avaliação ruim

Por que o Brasil está ficando para trás em inovação

Na edição mais recente do ranking de competitividade do Fórum Econômico Mundial, o Brasil foi o país que apresentou o pior desempenho, ao perder 18 posições e ficar na 75.ª posição, entre 140 países. Em inovação, um dos indicadores que compõem o ranking, o tombo foi ainda maior: o Brasil[…]

Leia mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bitnami