inova.jor

inova.jor

Vice-líder em celulares no Brasil, Lenovo apresenta Moto G5

Motorola: Renato Arradi, diretor de produto da MBG explica as funcionalidade do Moto G5 e Moto G5 Plus/Mariana Lima/ inova.jor
Renato Arradi, diretor da Lenovo, explica as funcionalidade do Moto G5 e Moto G5 Plus / Mariana Lima/inova.jor

A Lenovo lançou hoje (7/3) os dois celulares da nova geração da família G que serão vendidos no Brasil. O Moto G5 e o Moto G5 Plus são modelos intermediários e são a aposta da marca para se manter entre os líderes de mercado.

A venda de aparelhos celulares da família Moto G é a maior estratégia da empresa para suas linhas de smartphones, disse José Cardoso, diretor geral para o Brasil da Mobile Business Group (MBG), divisão de mobilidade da Lenovo e responsável pela marca Moto.

Mais de 22 milhões de aparelhos dessa linha foram vendidos no País desde o primeiro lançamento.

“O Brasil está entre os três mercados mais importantes para o grupo Lenovo Motorola em relação aos smartphones”, disse Cardoso. “Estamos orgulhosos de ocuparmos a segunda posição do mercado de celulares no País.”

No mundo, a Lenovo não aparece na lista das cinco maiores fabricantes da consultoria Gartner.

Pesquisa de mercado

A nova geração de aparelhos teve como base pesquisa feita com 12 mil usuários do mundo, entre eles brasileiros.

Renato Arradi, diretor de produto da MBG, disse que a escolha de quais aparelhos seriam comercializados no mercado nacional foi baseada no perfil dos usuários brasileiros.

“Sabemos que 69% dos brasileiros relacionam a qualidade do smartphone com a própria qualidade de vida. E 85% querem ter um smartphone excelente, mas a maior parte ainda não quer pagar o valor do premium”, disse Arradi.

Estratégias para o Brasil

Apesar do período de desafios da crise, Cardoso disse que a empresa cresceu o número de vendas e de participação no mercado no ano passado.

Boa parte do crescimento, segundo ele, foi impulsionado pelas vendas do Moto G4, lançado no início de 2016.

Para este ano a empresa apostou em levar algumas funcionalidades de produtos de topo de linha para o celular intermediário.

“Tentamos imaginar o que esse público entende por produto premium. Com isso, levantamos algumas funcionalidades que foram colocadas na família Moto G”, completou Arradi.

Entre as novidades está o sistema de Near Field Communications (NFC) no Moto G5 Plus. A tecnologia é fundamental no uso de pagamentos móveis, sem o uso de cartão, em lojas de varejo.

Ambos os modelos lançados hoje já estão disponíveis nas lojas. O Moto G5 tem preço sugerido de R$ 999 e o Moto G5 Plus R$ 1.499.

Comentários

comentários

Publicações relacionadas

Brasil começou o ano com 26,76 milhões de usuários de banda larga / Denilson Takeda / Creative Commons

Em janeiro, banda larga registra crescimento de 4,9%

O Brasil fechou janeiro com 26,7 milhões de assinantes de banda larga fixa. O total representou crescimento de 4,96% em doze meses. As informações são da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Somente em janeiro 134,70 mil novos clientes foram registrados. A TIM foi a empresa que mais cresceu em usuários com aumento[…]

Leia mais »
Ana Cláudia Souza é beneficiária do Bolsa Família e recebeu o kit de TV digital / Ana Nascimento/MDS

O que falta para desligar a TV analógica em São Paulo

São Paulo foi a primeira cidade brasileira a receber o sinal de TV digital, em dezembro de 2007. Deve ser a segunda grande cidade a ter a TV analógica desligada, em 29 de março. Em novembro do ano passado, houve o desligamento em Brasília. A TV analógica precisa ser desligada[…]

Leia mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bitnami