inova.jor

inova.jor

Aplicativo detecta quantas vezes mulheres são interrompidas por homens

Woman Interrupted: Aplicativo brasileiro quer contar quantidade de vezes que ocorre manterrupting / Nacho/Creative Commons
Aplicativo brasileiro quer contar quantidade de vezes que ocorre manterrupting / Nacho/Creative Commons

“Direitos iguais começam com igualdade de vozes.” Esse é o mote do aplicativo brasileiro Woman Interrupted, que pretende calcular quantas vezes mulheres são interrompidas por homens durante conversas.

A interrupção masculina durante a fala feminina é conhecida como “manterrupting”. O termo é apresentado como um tipo de violência contra a mulher.

O debate sobre manterrupting tem sido constantemente levantado por grupos feministas, principalmente após o processo eleitoral nos Estados Unidos.

À época, um levantamento mostrou que, somente durante o primeiro debate eleitoral, o então candidato Donald Trump interrompeu 51 vezes a fala da sua rival, Hillary Clinton.

Woman Interrupted

Desenvolvido pela agência BETC São Paulo, aplicativo brasileiro é gratuito e está disponível em quatro línguas.

Ao ser configurado por uma fala feminina e ter o microfone habilitado, registra quantas vezes ao dia a mulher proprietária do celular foi interrompida durante conversas com homens.

Os dados, segundo o aplicativo, são sigilosos e as conversas não são armazenadas ou gravadas. As informações alimentarão um banco de dados online que informará a média de vezes, local e horários em que o manterrupting ocorre no mundo.

A BETC São Paulo informa que o aplicativo não tem fins lucrativos.

Comentários

comentários

Publicações relacionadas

Documentário sobre Steve Jobs mostra os defeitos do cofundador da Apple / Renato Cruz/inova.jor

Steve Jobs: ‘É preciso ser um babaca para ter sucesso?’

Daniel Kottke foi amigo de faculdade de Steve Jobs e o funcionário número 12 da Apple. No documentário Steve Jobs: o homem e a máquina, pergunta: “Quanto você precisa ser um babaca (asshole, no original) para ter sucesso?” Disponível na Netflix, o longa-metragem dirigido por Alex Gibney concentra-se nos defeitos[…]

Leia mais »

Nasa vai debater com o público descobertas de exoplanetas

A descoberta de exoplanetas, planetas que orbitam estrelas fora do sistema solar, pode ser a esperança da existência de vida além da Terra. Nos últimos anos, o telescópio Kepler detectou mais de 2,3 mil exoplanetas, sendo que 21 deles foram considerados promissores e potencialmente habitáveis. A Nasa quer envolver o público[…]

Leia mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bitnami