inova.jor

inova.jor

Workshop sobre inovação na mídia

Mídia: A Bellus 3D criou um scanner que se conecta ao celular e capta imagens 3D do rosto / Renato Cruz/inova.jor

O mercado de comunicação tem mudado rapidamente. Avanços tecnológicos tornam possíveis novos modelos de comunicação, ao mesmo tempo em que colocam em risco negócios estabelecidos.

Conduzido por Renato Cruz, editor do inova.jor, o workshop vai apresentar conceitos de inovação e discutir as ameaças e as oportunidades trazidas por tecnologias emergentes como interfaces de voz, internet das coisas e inteligência artificial.

O objetivo é ajudar o participante a tirar proveito das mudanças tecnológicas para criar estratégias de sucesso na comunicação.

PÚBLICO-ALVO

Gestores de comunicação, profissionais de relações públicas e mídias sociais, jornalistas, publicitários, desenvolvedores e empreendedores.

PROGRAMAÇÃO

  • Conceitos de inovação
  • As mudanças no mercado de comunicação
  • Tecnologias emergentes
  • Identificação de ameaças e de oportunidades
  • Propostas de atuação

CARGA HORÁRIA

4 horas

INVESTIMENTO

R$ 280,00

DATA E HORÁRIO

5 de abril de 2017 (quarta-feira), das 19h às 23h

LOCAL

inova.jor

Rua Nove de Julho, 229 – Santo Amaro – CEP 04739-010 – São Paulo – SP

COORDENADOR

Renato Cruz, editor do inova.jor / Paulo Bueno/inova.jor

Renato Cruz é editor do inova.jor e professor do Centro Universitário Senac. Foi repórter e colunista do jornal O Estado de S. Paulo.

Publicou os livros O desafio da inovação: a revolução do conhecimento nas empresas brasileiras (Senac São Paulo), TV digital no Brasil: tecnologia versus política (Senac São Paulo) e O que as empresas podem fazer pela inclusão digital (Ethos/CDI).

Tem graduação em jornalismo e mestrado e doutorado em ciências da comunicação pela Universidade de São Paulo.

MAIS INFORMAÇÕES

Fone: (11) 3586-3358

email: contato@inova.jor.br

Comentários

comentários

Publicações relacionadas

Rede SigFox deve estar disponível em 12 grandes cidades e em propriedades rurais no Mato Grosso / Renato Cruz/inova.jor

Quais redes vão conectar a internet das coisas

Apesar de toda discussão sobre a importância das comunicações móveis de quinta geração (5G), o desenvolvimento da internet das coisas deve demandar outros tipos de conectividade. Uma peça importante desse quebra-cabeça são as redes de longo alcance e baixa potência (LPWAN, na sigla em inglês), cujas principais alternativas são SigFox[…]

Leia mais »
Apesar de pouco usados, vários indicadores de qualidade ainda tratam de telefones públicos / Secom UnB/Creative Commons

Indicadores de qualidade precisam ser revistos

Os atuais indicadores que medem a qualidade dos serviços de telecomunicações, definidos pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), podem ser considerados, ao mesmo tempo, excessivos e insuficientes. Excessivos porque geram um alto custo para as operadoras, que precisam manter e reportar mais de uma centena deles. Insuficientes porque não são[…]

Leia mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bitnami