inova.jor

inova.jor

IBM Brasil tem sua primeira mulher ‘distinguished engineer’

Com o título de distinguished engineer, Cintia Barcelos reconhece o desafio de aumentar a representatividade feminina em exatas / Divulgação
A engenheira Cintia Barcelos reconhece o desafio de aumentar a representatividade feminina em exatas / Divulgação

Cintia Barcelos conquistou o título de distinguished engineer (engenheira distinta) na IBM Brasil. Funcionária da empresa há 24 anos, é a primeira mulher na IBM América Latina a ocupar essa função.

Além do vasto conhecimento técnico, o título reconhece a capacidade de influenciar o desenvolvimento de produtos da empresa, de liderar equipes técnicas e de ocupar uma posição de referência na empresa e no mercado.

Representatividade

Cintia reconhece o desafio de melhorar a representatividade feminina em carreiras de exatas.

“Existe pouco incentivo nas escolas para meninas que tenham aptidão na área de exatas. Há preconceito de sobra e poucos exemplos. Precisamos de programas consistentes desde o ensino fundamental para que todas as mulheres que desejam seguir carreira em áreas exatas possam se desenvolver”, afirma, em comunicado.

Formada em engenharia eletrônica pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), a engenheira começou a trabalhar como estagiária na IBM em 1993 e atualmente é chefe de tecnologia de um grande cliente do setor de finanças.

“Na área técnica, infelizmente, o estereótipo do bom profissional é masculino. Sou mãe, esposa e distinguished engineer na IBM. Mulheres podem ser tudo o que quiserem”, diz a engenheira.

Desde 2012, a presidente mundial da IBM é a engenheira Ginni Rometty.

Comentários

comentários

Publicações relacionadas

Imagem capturada durante a missão Juno da Nasa

Público escolhe que fotos a Nasa vai tirar de Júpiter

Pela primeira vez na história, a Nasa ofereceu ao público a oportunidade de escolher que imagens que devem ser capturadas durante uma de suas missões espaciais. Em 2 de fevereiro, quando se aproximar do polo norte de Júpiter, a sonda Juno vai tirar fotos escolhidas por votação via internet. O resultado pode ser visto no site do[…]

Leia mais »
Pesquisa mostra que 69% das pessoas não imaginam como viver sem internet / ajari/Creative Commons

O avanço tecnológico destrói vidas? Muita gente acha que sim

Hendrik van Loon é um escritor que anda meio esquecido. Seu livro História das invenções: o homem, fazedor de milagres foi publicado em 1934 nos Estados Unidos, e saiu por aqui na década seguinte, pela Editora Brasiliense. O historiador holandês expôs nesse livro uma ideia poderosa, que foi adotada mais tarde[…]

Leia mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bitnami