inova.jor

inova.jor

Aceleradora da FGV oferece mentoria gratuita para startups

FGV: Liderada pelo professor Gilberto Sarfati, GVentures não cobra taxas nem participação nas startups / Divulgação
Liderada pelo professor Gilberto Sarfati, GVentures não cobra taxas nem participação nas startups / Divulgação

A aceleradora GVentures, da Escola de Administração de Empresas de São Paulo da Fundação Getulio Vargas, oferece um programa gratuito de mentoria com duração de quatro meses. As inscrições vão até 31 de maio.

Um dos requisitos é que a startup tenha um aluno ou ex-aluno da FGV como sócio. Podem se inscrever empresas de qualquer setor de atuação.

Voltado para startups que ainda não tenham recebido seu primeiro investimento, o programa será realizado no próximo semestre.

Primeiros clientes

Segundo o professor Gilberto Safarti, coordenador da GVentures, o principal objetivo do processo de aceleração é levar a startup a atrair os primeiros clientes e conseguir faturamento.

Criada no ano passado, a GVentures é uma aceleradora universitária de negócios que não cobra participação nas startups ou taxas.

Comentários

comentários

Publicações relacionadas

Empresa procura programadores com soluções em internet das coisas / Olabi Makerspace / Creative Comuns

Qualcomm procura desenvolvedores com soluções em internet das coisas

A Qualcomm e o Embarcados iniciaram ontem (10/4) o processo de seleção de parceiros desenvolvedores de soluções em internet das coisas (IoT, na sigla em inglês), que usem a placa Qualcomm DragonBoard 410c. Qualquer pessoa com mais de 18 anos com propostas de soluções pode se inscrever até 25 de abril.[…]

Leia mais »
A startup argentina Nuvem Shop mira no e-commerce para empreendedor por necessidade do Brasil / Divulgação

Startups apostam no crescimento do comércio eletrônico

O comércio eletrônico tem crescido a passos largos no País. Com a crise econômica, empreendedores por necessidade têm apostado na internet para fazer negócios. Somente em 2015, 39,1 milhões de pessoas compraram online, totalizando 106,5 milhões de pedidos, segundo pesquisa da Ebit. Os valores do ano passado ainda não foram divulgados, mas a estimativa[…]

Leia mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bitnami