inova.jor

inova.jor

E se seu ciclo de planejamento estratégico fosse diferente?

Planejamento estratégico: A construção conjunta envolve dedicação e valorização dos detalhes que são construídos um a um / Giorgio Montersino/Creative Commons
A construção conjunta envolve dedicação e valorização de detalhes construídos um a um / Giorgio Montersino/Creative Commons

Sempre gostei de protótipos.

A intensificação do estudo de temas como design thinking e U theory me reaproximaram do exercício da prototipagem e relembraram a força desse método para liberar o potencial criativo e envolver grupos na construção de uma visão de futuro na qual acreditam.

Processos de planejamento estratégico são naturalmente desafiadores.

Tentam antecipar o futuro sem nos dar a bola de cristal e nos força a enfrentar cara a cara nossas fraquezas sob o argumento de que as boas estratégias apenas serão eficazes se o fizermos com muita coragem.

Tudo isso é verdade, mas será que existem outras maneiras de fazê-lo?

Em minha opinião a resposta é afirmativa e minha experiência vem sendo bem-sucedida. Me permita compartilhá-la.

Na quase totalidade dos casos, os materiais são os causadores do primeiro impacto.

Raramente legos, bonecos, carrinhos, papel, pedras, moedas ou brinquedos fazem parte dos sisudos ciclos de planejamento estratégico.

A ansiedade causada, se bem utilizada, pode ser uma alavanca à experiência e tornar-se a cereja do bolo para uma experiência excelente.

Outro aspecto relevante é a oportunidade de, brincando, construir o futuro.

Não é diferente da época em que inventávamos super-heróis, construíamos castelos e imaginávamos tramas fantásticas, a não ser pelo fato de que estamos usando a mesma capacidade cognitiva para a construção de um cenário.

Se gostávamos antes, porque não gostaríamos agora?

Valorização dos detalhes

Alexandre Carrasco, da Repensando Negócios / Divulgação
Alexandre Carrasco, da Repensando Negócios / Divulgação

A construção conjunta é outra vantagem fundamental.

Gostamos de trabalhar em conjunto, de ser ouvidos e entendidos. A construção conjunta não envolve explicação, justificativas ou repreensão, mas dedicação e valorização dos detalhes que são construídos um a um.

É a contribuição individual para um futuro coletivo que se constrói de maneira orgânica e sutil tendo propostas sólidas, criativas e harmônicas como seus principais resultados.

Os benefícios não param aqui.

O fato de se colocar os dois lados do cérebro para trabalharem permitem que soluções que não seriam identificadas simplesmente pela análise lógico-racional venham à tona e acrescentem-se às soluções mais comuns, tornando o exercício completo e os cenários criados, concretos.

Assim, o protótipo dá sentido ao planejamento permitindo que os participantes visualizem caminhos para sua implementação e seus potenciais benefícios.

Experimente incluir a prototipagem como uma das ferramentas em seu planejamento e surpreenda-se.

Comentários

comentários

Publicações relacionadas

Espectadores podem acompanhar dados sobre os jogadores da NFL em tempo real / Alan Kotok/Creative Commons

Como a análise de dados em tempo real impulsiona a inovação

Se você quiser ver o que a internet das coisas (IoT, na sigla em inglês) é capaz de fazer, basta olhar para um jogador da NFL (liga profissional de futebol americano) de hoje. Dois sensores do tamanho de uma moeda, colocados nas ombreiras usadas pelos jogadores, se comunicam mais de[…]

Leia mais »
PlayStation 4 e Xbox One foram responsáveis por 61,2% das vendas de jogos no país

Nova geração de consoles responde por 64% dos jogos vendidos no Brasil

O ano de 2016 foi de retração para o mercado de games no Brasil. Segundo a empresa de pesquisa de mercado GfK, a venda de jogos encolheu 16,6% em unidades vendidas. Em faturamento, houve diminuição de 10,7% em relação a 2015. Os consoles da oitava geração, representados por PlayStation 4, Xbox One e Nintendo[…]

Leia mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bitnami