inova.jor

inova.jor

Movida Labs seleciona startups com soluções de mobilidade

Startups com soluções de mobilidade urbana podem se inscrever no Movida Labs / Renato Cruz/inova.jor
Startups com soluções de mobilidade urbana podem se inscrever no Movida Labs / Renato Cruz/inova.jor

O Movida Labs, programa de inovação da locadora de veículos Movida, busca startups com soluções de mobilidade. As inscrições vão até 31 de agosto.

O foco são startups com geração de receita e com solução pelo menos em versão beta, disponível para testes.

A prioridade são soluções para aluguel de carros, gestão de frotas e venda de seminovos, além de projetos que beneficiem a eficiência em áreas como marketing, financeiro, jurídico, recursos humanos, comercial e operações.

Mentoria e acesso a mercado

As startups selecionadas terão:

  • Mentoria e apoio para viabilizar a parceria;
  • Networking;
  • Acompanhamento do projeto com executivos e especialistas;
  • Acesso a mercado;
  • Piloto pago pela locadora;
  • Possível investimento para aceleração.

A divulgação das selecionadas será na primeira quinzena de setembro. Os projetos devem ser executados de outubro deste ano a fevereiro de 2018.

Comentários

comentários

Publicações relacionadas

Carolina Zarur é a responsável pela Cambly no Brasil / Divulgação

Cambly oferece curso de conversação em inglês por videoconferência

Conversação com nativos da língua inglesa disponíveis na hora e no dia que você quiser. Essa é a promessa da startup norte-americana Cambly, disponível tanto na versão desktop quanto para dispositivos móveis. Para funcionar, basta informar que quer começar a aula, e a startup garante que em questões de segundos[…]

Leia mais »
Criada em 2015, a Easy Care Saúde conta hoje com 40 funcionários / Divulgação

Easy Care Saúde quer humanizar atendimento com tecnologia

A ideia de criar a Easy Care Saúde surgiu a partir de um momento difícil da vida de Tatiana Giatti, cofundadora e diretora de marketing da startup. Seu pai teve câncer no palato e precisou de atendimento domiciliar por sete meses. “Foram sete meses intensos”, lembra a empreendedora. Foi durante o[…]

Leia mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bitnami