inova.jor

inova.jor

Incubadora da Oi abre processo de seleção de startups

O Oito conta com incubadora, coworking, laboratório de IoT e espaço de eventos / Divulgação
O Oito conta com incubadora, coworking, laboratório de IoT e espaço de eventos / Divulgação

A Oi inaugurou hoje (24/8), no Rio de Janeiro, o Oito, seu espaço de empreendedorismo e inovação. A operadora também deu início à seleção de startups para um programa de incubação.

As inscrições vão até 15 de outubro.

Terão preferência empresas iniciantes com projetos nas seguintes áreas:

  • internet das coisas
  • cidades inteligentes
  • serviços de saúde
  • serviços de educação
  • publicidade digital
  • soluções de eficiência e produtividade

Cada startup pode receber aporte de até R$ 150 mil.

O programa de incubação do Oito foi desenvolvido em parceria com o Gênesis, instituto de empreendedorismo da Pontifícia Universidade Católica (PUC) do Rio.

O empreendedor carioca Rafael Duton, sócio e fundador da aceleradora 21212 será consultor do programa.

O processo seletivo terá um período de pré-incubação de 30 dias, com 18 startups escolhidas por executivos da Oi e de parceiros.

Desse grupo inicial, serão selecionadas seis, que passarão por um processo de incubação de 12 meses.

Coworking e laboratório

Além das empresas incubadas, o Oito conta com um espaço de coworking, um laboratório de internet das coisas em parceria com a Nokia e um auditório para eventos.

A Oi anunciou, no ano passado, um processo de recuperação judicial. A operadora ainda não fechou acordo com os credores.

Comentários

comentários

Publicações relacionadas

Oxigênio, da Porto Seguro, busca startups para aceleração / Divulgação

Oxigênio Aceleradora busca startups em estágio mais avançado

A Oxigênio, aceleradora de startups da Porto Seguro, busca startups que estejam em estágio mais avançado, num novo programa chamado Tração. As inscrições vão até 27 de maio. O programa vai investir de R$ 350 mil a R$ 500 mil em cada empresa, que devem ter valor de mercado de[…]

Leia mais »

Rede elétrica inteligente reduz consumo de energia

Há quase duas décadas, o Brasil viveu uma era de apagões. Atualmente, com a crise econômica, o País trabalha com excedente de energia até 2020. A rede elétrica inteligente (smart grid) pode garantir um consumo eficiente de energia, para que o País não enfrente problemas com a retomada da economia.[…]

Leia mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bitnami