inova.jor

inova.jor

Como a Embraco quer tornar os refrigeradores mais inteligentes

Chamada de Diili, a solução de internet das coisas da Embraco quer aumentar a eficiência dos refrigeradores / Divulgação
Chamada de Diili, a solução de internet das coisas da Embraco quer aumentar a eficiência dos refrigeradores / Divulgação

A Embraco é conhecida por produzir compressores herméticos, o principal componente dos refrigeradores.

Recentemente, a empresa anunciou o Diili, plataforma de internet das coisas que tem como objetivo trazer inteligência para esses equipamentos.

“Com o Diili, a Embraco torna-se também uma empresa de serviço”, afirmou Daniel Moraes, gerente sênior de Novos Negócios da companhia.

A solução monitora em tempo real as geladeiras e os freezers das marcas nos pontos de venda. Além disso, segundo a Embraco, consegue reduzir em até 15% os custos operacionais.

O Diili é capaz de dizer, por exemplo, quantas vezes um refrigerador foi aberto, se a temperatura está correta, se o estoque precisa ser reposto e se o equipamento precisa passar por manutenção.

Além disso, pode monitorar o comportamento do consumidor na loja, indicando o melhor posicionamento do equipamento e dos produtos.

Parceiros tecnológicos

O nome da plataforma é a sigla de data (dados), information (informação), insight (percepção), learning (aprendizado) e intelligence (inteligência).

Segundo a Embraco, existem cerca de 4 milhões de refrigeradores comerciais em uso no País. Aproximadamente 5% são extraviados. O Diili também ajudaria a resolver esse problema.

Entre os parceiros de tecnologia da Embraco estão a Amazon Web Services (AWS) e a CI&T.

Comentários

comentários

Publicações relacionadas

O Brasil precisa definir frequências e participar ativamente da definição do padrão de 5G / Ericsson/Divulgação

5G traz as comunicações móveis para a era do gigabit

A quinta geração (5G) coloca as comunicações móveis na era do gigabit. A tecnologia deve permitir acessos a 1 gigabit por segundo (Gbps), velocidade conseguida atualmente em acessos fixos de fibra óptica. Além disso, é componente essencial da internet das coisas (IoT, na sigla em inglês), ao oferecer latência (tempo[…]

Leia mais »
Stefanini afirma que outros países não fazem diferença entre atividade meio e atividade fim na terceirização / Renato Cruz/inova.jor

Stefanini: ‘Terceirização traz investimento e crescimento’

A Stefanini é uma empresa brasileira de tecnologia da informação que atua em 39 países. No Brasil, emprega 12 mil funcionários. O inova.jor conversou com Marco Stefanini, presidente global e fundador do grupo que leva seu nome, sobre a projeto de lei de terceirização aprovado ontem (22/3) pela Câmara. O[…]

Leia mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bitnami