inova.jor

inova.jor

Internet das coisas deve movimentar US$ 8 bi no Brasil

IoT: Mercado brasileiro de TIC deve aumentar 2,2% neste ano / Renato Cruz/inova.jor
Mercado brasileiro de TIC deve aumentar 2,2% neste ano / Renato Cruz/inova.jor

O mercado de internet das coisas (IoT, na sigla em inglês) deve movimentar US$ 8 bilhões no Brasil neste ano, segundo a IDC.

A consultoria espera que os principais setores a investir na tecnologia sejam aqueles elencados no Plano Nacional de IoT, divulgado pelo governo: saúde, indústria, agricultura e infraestrutura urbana.

“Já temos no Brasil projetos de integração de IoT com blockchain e inteligência artificial”, aponta Pietro Delai, gerente de Pesquisa e Consultoria em Infraestrutura da IDC Brasil.

A projeção é de que o mercado doméstico de IoT atinja US$ 612 milhões no país. Cerca de 4% das residências possuem algum dispositivo conectado, como controles de câmeras, temperatura e ar condicionado.

Esse número não inclui televisores conectados.

Big data

Big data e análise de dados (analytics) devem crescer 18% no Brasil neste ano, movimentando US$ 3,2 bilhões. O valor engloba infraestrutura, hardware e serviços.

Nuvem pública

A IDC espera que o mercado brasileiro de infraestrutura, plataforma e software em nuvem pública atinja US$ 1,7 bilhão neste ano, e deve dobrar até 2020.

Segundo a consultoria, a crise pode ter contribuído para que empresas acelerassem a adoção de nuvem pública.

Segurança

Entre médias e grandes empresas, 63% planejam aumentar os gastos com segurança. Neste ano, o investimento nessa área deve crescer 9%, para US$ 1,2 bilhão.

Inteligência artificial

A computação cognitiva deve crescer 50% no Brasil neste ano. Os setores que lideram os investimentos são finanças e saúde.

TIC

O mercado de tecnologia da informação (TI) deve avançar 5,8% em 2018. Telecomunicações, por outro lado, devem cair 0,1%.

No total, a expectativa é que mercado brasileiro de tecnologia da informação e comunicação (TIC) aumente 2,2%.

Comentários

comentários

Publicações relacionadas

A HID Global conversa com governos estaduais para colocar documento no smartphone no Brasil / Nicolas Nova/Creative Commons

E se os seus documentos também fossem para o smartphone?

Andar com a carteira no bolso parece algo cada vez mais raro no futuro. Com o avanço dos serviços de pagamento via celular, o acessório acabaria apenas como um depósito de documentos pessoais. Mas, se depender da HID Global, não servirá nem para isso. A empresa quer implementar em todo o mundo[…]

Leia mais »
O setor de tecnologia da informação só perde para o financeiro na ocupação de escritórios em São Paulo / Renato Cruz/inova.jor

Setor de tecnologia é o segundo na ocupação de escritórios

As empresas de tecnologia da informação estão em segundo lugar na ocupação de escritórios em São Paulo, segundo pesquisa da SiiLA Brasil. No fim do segundo trimestre, eram 309,8 mil metros quadrados ocupados, o que corresponde a 7% dos espaços monitorados pela plataforma de dados do mercado de imóveis comerciais[…]

Leia mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bitnami