inova.jor

inova.jor

Edital de Inovação e Shell têm R$ 2,5 milhões para projetos

Shell e Edital da Inovação vão selecionar até três projetos / Divulgação
Shell e Edital de Inovação vão selecionar até três projetos / Divulgação

A Shell do Brasil e o Edital de Inovação para a Indústria selecionam projetos inovadores do setor de óleo e gás.  Startups, micro e pequenas empresas e microempreendedores individuais podem se inscrever até 30 de abril.

São R$ 2,5 milhões para serem investidos em projetos de monitoramento, controle e análise de big data das operações em campos de petróleo.

A primeira fase vai escolher 20 projetos, e os empreendedores receberão treinamento do Sebrae para a fase final.

Em 21 de junho, no Rio de Janeiro, os selecionados vão defender presencialmente seu projeto, em inglês, para um banca de especialistas globais da Shell e dos Institutos Senai de Inovação.

Até três projetos tecnológicos vão receber até 830 mil.

Desenvolvimento

Durante 12 meses, as ideias serão desenvolvidas até o estágio de prova de conceito na rede de Institutos Senai de Inovação.

Depois desse prazo, a Shell vai decidir se incluirá os projetos na sua carteira de tecnologia para desenvolvimento futuro.

Edital de Inovação para a Indústria é uma iniciativa do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e do Serviço Social da Indústria (Sesi).

A chamada faz parte do programa Shell Startup Challenge Brasil.

Comentários

comentários

Publicações relacionadas

A assessoria de propriedade intelectual garante a sustentabilidade da startup / Renato Cruz/inova.jor

Como proteger a propriedade intelectual de uma startup

Imagine a seguinte situação: João é um empreendedor que prepara o lançamento de sua startup no mercado, e precisa de um designer para criar o logo da empresa. Um amigo de João indica os serviços de um designer freelancer, que executa o trabalho por determinado valor.  O serviço é entregue,[…]

Leia mais »
O MindSphere, da Siemens, permite analisar em tempo real dados gerados por máquinas / Renato Cruz/inova.jor

Siemens procura desenvolvedores de aplicativos para a indústria

HANNOVER Na chamada Indústria 4.0, as máquinas são conectadas e geram informações a partir de sensores. O software que controla o chão de fábrica está ligado ao sistema de gestão empresarial. É possível receber eletronicamente os pedidos dos clientes e fabricar produtos personalizados sem paradas da linha de produção para reconfigurá-la.[…]

Leia mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bitnami