inova.jor

inova.jor

Secovi-SP seleciona inovações para o setor imobiliário

MoviMente, do Secovi-SP, está com inscrições abertas para projetos voltados ao mercado imobiliário / Renato Cruz/inova.jor
MoviMente, do Secovi-SP, está com inscrições abertas para projetos voltados ao mercado imobiliário / Renato Cruz/inova.jor

O MoviMente, iniciativa do grupo de Novos Empreendedores do Sindicato da Habitação do Estado de São Paulo (Secovi-SP), seleciona projetos inovadores de startups voltados ao mercado imobiliário.

As inscrições terminam em 30 de maio.

Podem se inscrever empresas em três estágios de desenvolvimento:

  • ideação,
  • operação (com produto mínimo viável, ou MVP), e
  • tração (em busca de clientes).

Serão selecionados 15 projetos em estágio de tração e cinco em estágio de ideação ou operação em evento no dia 25 de junho.

A final do processo de seleção acontecerá em agosto, durante a Convenção Secovi 2018. Os três vencedores participarão de rodadas de negócios com associados do Secovi-SP.

Vencedores

A primeira edição do MoviMente recebeu 75 inscrições de startups do Brasil e até de Portugal.

Os vencedores foram:

  1. Justto, com um sistema de resolução de conflitos para reduzir custos em departamentos jurídicos;
  2. Flatmatch, que se propõe a localizar roommate e imóvel ideais, com gestão de contas da casa;
  3. MagiKey, plataforma de automação de recepção e portarias em edifícios comerciais.

O Secovi-SP representa mais de 90 mil empresas, que incluem loteadoras, incorporadoras, imobiliárias e administradoras de condomínios.

Comentários

comentários

Publicações relacionadas

Como o governo pode atrapalhar o sucesso das fintechs

O novo pacote definido pelo governo federal para impulsionar a economia pode representar um enorme bloqueio à onda de crescimento em que surfavam as fintechs brasileiras. As propostas foram anunciadas na última quinta-feira (15/12) pelo presidente Michel Temer e o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles. Até então, a recessão econômica, o[…]

Leia mais »
Vários céticos diziam que a BlaBlaCar nunca ia dar certo no Brasil / Ana Perugini/Flickr

‘O que aprendi lançando um aplicativo francês no Brasil’

À frente da operação brasileira de uma grande plataforma francesa de caronas intermunicipais, muito tenho aprendido sobre o mundo do empreendedorismo. E também sobre o transporte rodoviário no Brasil, o impacto real da cultura do compartilhamento e os desafios da gestão local em um ambiente global. Implementar localmente o app[…]

Leia mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bitnami