inova.jor

inova.jor

VTEX: ‘Capilaridade da loja física será diferencial’

Mariano Gomide de Faria, da VTEX, afirma que este é o ano do omnichannel no Brasil / Renato Cruz/inova.jor
Mariano Gomide de Faria, da VTEX, afirma que este é o ano do omnichannel no Brasil / Renato Cruz/inova.jor

Os varejistas buscam integrar as lojas físicas aos canais digitais. “Este é o ano do omnichannel“, afirmou Mariano Gomide de Faria, copresidente da VTEX. “Se bem utilizada, a capilaridade das lojas físicas será um diferencial.”

Começou hoje (14/5) o evento VTEX Day, que termina amanhã. A abertura foi feita por Bruce Dickinson, líder do Iron Maiden, que falou sobre empreendedorismo.

Segundo Faria, uma rede de lojas físicas permite entrega mais rápida das encomendas feitas pela internet, principalmente dos produtos de ciclo rápido.

Numa estratégia omnichannel, que integra todos os canais de venda, as lojas físicas servem de estoque, atendimento e local de retirada de produtos pelo consumidor ou por entregadores.

“Muita energia está concentrada na loja física”, disse o executivo. “Vivemos a era do crowdfullfilment (atendimento do pedido pela multidão).”

Durante o evento, a VTEX lançou seu módulo OMS, sistema de gerenciamento de pedidos com conceito omnichannel.

A empresa também anunciou um acordo para integrar sua plataforma de comércio eletrônico ao Google Shopping.

Transformação digital

Palestrante do evento, Brian McBride, presidente do conselho da Asos e da Wiggle, destacou que varejistas do mundo todo enfrentam o desafio da transformação digital.

“Meu conselho é: mudem o mais rápido que conseguirem”, completou.

Comentários

comentários

Publicações relacionadas

Unisys: Até 2018, as áreas de negócios das companhias serão responsáveis por metade dos gastos com tecnologia / Divulgação

‘Toda empresa é uma empresa de tecnologia’

É fato que os papeis do diretor financeiro (CFO, na sigla em inglês) e do diretor presidente (CEO, na sigla em inglês) estão em constante evolução. Se antes o perfil de alguns deles era o de comandar a companhia de sua sala e conduzir as mudanças com base em benchmarking[…]

Leia mais »
Chris Wanstrath, do GitHub, e Satya Nadella e Nat Friedman, da Microsoft / Divulgação

Por que a Microsoft decidiu comprar o GitHub

A Microsoft confirmou hoje (4/6) a compra do GitHub, plataforma para desenvolvedores de software, por US$ 7,5 bilhões. A aquisição reforça a estratégia da empresa de software no mercado de computação em nuvem. Houve um tempo em que a Microsoft via o software aberto (que pode ser modificado e usado[…]

Leia mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bitnami